First Top Banner

Wishlist
R$0,00
0 item(s) Carrinho
Minha sacola - 0 item Fechar

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

Produto adicionado no carrinho x

Guimarães Salles

Guimarães Salles

1 Produto(s) encontrado(s)

   

Guimarães Salles

1 Produto(s) encontrado(s)

   

Nascido cearense, pelas mãos de sua avó materna, Izabel Gaudêncio de Oliveira, parteira de antanho, na localidade Patanhém, situada na Comarca de Aquiraz e Cidade de mesmo nome, capital primeira do Ceará, nos distantes idos de 21 de novembro de 1950, às 22 horas, o Autor foi menino precoce e ufano que, por sua extemporaneidade e empáfia, costumava tirar a paciência do pai que, irritado, bradava repetidamente: – é gabola! É gabola! Mas é gabola!... Francisco Guimarães Sales, quando petiz, foi admirado por uns poucos e odiado por muitos. Fez-se, ainda menino, espécie de preceptor do padre italiano Luiz Rebuffini e seus pares, a quem, por força da constante companhia, os ensinou a falar com esmero e acentuada perfeição, em contraposição aos seus parlares confusos e carregados do sotaque europeu. Foi aluno da antiga Escola Industrial de Fortaleza que, depois, transmudou-se em Escola Técnica Federal do Ceará e, agora, recebe o pomposo nome de Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. No ano de 1968 sentou Praça na Marinha de Guerra do Brasil, servindo na Escola de Aprendizes Marinheiros do Ceará. Nos anos de 1972 a 1977 atuou como Iluminador de Estúdio e Eletricista Mecânico na Rádio e Televisão Verdes Mares – Canal 10 e Televisão Educativa do Ceará – Canal 5. Nos anos que se seguiram laborou, como Mestre-de-Obras, em diversas construtoras, na Capital Cearense, tendo, inclusive, participado como Mestre Eletricista, a serviço do Consórcio Itapema – Pecal, da construção do Interceptor Oceânico de Fortaleza. Em 1978 trabalhou como Mestre Eletricista e Auxiliar de Engenharia na Construtora Estrela, subempreiteira da Construtora Camargo Correa, nas obras da Hidrelétrica de Tucuruí, em Tucuruí, no Pará. Após e paralelamente a uma obra e outra, iniciou o curso de Direito na Universidade de Fortaleza – UNIFOR, de onde se transferiu para a Fundação Universidade Federal do Piauí, na Capital Piauiense, onde concluiu o curso, então já funcionário do Banco Nacional da Habitação, onde ingressou por força de concurso público. Advogado, inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil – Secção do Piauí, cursou, de forma pioneira, a Escola Superior da Magistratura do Estado do Piauí, sob a presidência do Desembargador Raimundo Barbosa de Carvalho Baptista. Ingressou na magistratura em 1989, sendo nomeado Juiz Substituto nos termos do Provimento 010/89, de 27 de Fevereiro de 1989, do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí. Foi designado Juiz Substituto da Comarca de Santa Filomena (hoje extinta), por força da Portaria 259/89, de 03 de março de 1989, do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, onde iniciou sua atividade judicante. Exerceu a magistratura em 15 (quinze) Comarcas daquele Estado, sendo o primeiro Juiz de Direito titular da Comarca de Campinas do Piauí, naquele Estado. Atualmente, Juiz aposentado e Advogado inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil – Secção do Ceará, dedica-se às flores e às letras com igual denodo, esmero e amor, próprios dos Cavaleiros Andantes.
mostrar mais