First Top Banner

Wishlist
R$0,00
0 item(s) Carrinho
Minha sacola - 0 item Fechar

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

Produto adicionado no carrinho x

Carlos Astro

Carlos Astro

1 Produto(s) encontrado(s)

   

Carlos Astro

1 Produto(s) encontrado(s)

   

Carlos Astro surgiu no fim dos anos 80 liderando gangues de pichadores pelas cidades satélites da Capital Federal, vandalizando monumentos e se envolvendo em delitos, infringindo as leis. Durante a década de 90, o auge violento das gangues brasilienses tomou proporções aterrorizadoras, chegando a ter 55 jovens assassinados em uma única semana pelas ruas do DF. No milênio dos anos 2000 já adulto Carlos Astro, escreveu seu primeiro trabalho literário intitulado: Carlos & Astro – Uma Vida, Dois Mundos, em que retratou mais de uma década de aventuras quando era líder e infrator. Pichações no Memorial JK, Palácio da Justiça, Catedral Metropolitana, Igrejinha Nossa Senhora de Fátima (primeira Igreja da nova Capital do País) e nem mesmo o túmulo do Presidente JK na área dos pioneiros na construção da cidade escapou. Escreveu nesta primeira biografia sobre as gangues que se multiplicaram no DF, os conflitos chegando às guerras juvenis e citou a senhora Morte. Evoluído para a escrita do Graffiti, Carlos Astro trabalhou em um projeto Social Governamental e passou a direcionar novos pichadores a seguir essa evolução natural da pichação ao graffiti. Já em 2006, Carlos Astro passou a fazer parte de uma ONG periférica chamada Rebelião Cultural. Um projeto que tinha recursos financeiros vindos do tráfico de drogas. Por 2 anos a Rebelião Cultural funcionou favorecendo diversas atividades: futebol, dança, lutas marciais, natação, música e a Oficina de Graffiti, a mais disputada. Nomes renomados e expressivos da musicalidade Nacional visitaram tal ONG, entre estes destaques para: Mano Brown (Racionais MCs, Ndde Naldinho, A Família, Japão Viela 17, Rei Cirurgia Moral, sr. Wagner Tavares entre outros). Em setembro de 2006 a casa caiu. Sentenciado a mais de 10 anos e 07 meses de detenção em regime fechado, o dom da inspiração fez com que Carlos Astro escrevesse esse segundo trabalho literário: O Ressocializado – No Mundo da Lua –Atrás das Grades. Desde 2017, Carlos Astro atua na área Social e Artística, criou sua Crew de Grafiteiros (1V2M - Uma Vida, Dois Mundos) e se tornou ente e agente Cultural, ajudou na elaboração e criação do Fórum de Graffiti DF e hoje é um dos 7 Membros do Comitê Permanente de Graffiti (Comitê reconhecido e apoiado pela Secretaria de Cultura DF) e palestrante pela Crew 1V2M.
mostrar mais