First Top Banner

Wishlist
R$0,00
0 item(s) Carrinho
Minha sacola - 0 item Fechar

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

Produto adicionado no carrinho x

Ana Américo

Ana Américo

1 Produto(s) encontrado(s)

   

Ana Américo

1 Produto(s) encontrado(s)

   

Meu nome é Ana de Oliveira Américo, tenho 23 anos e nasci em Salvador - Bahia. Sou formada em Letras-Inglês pela Universidade Católica do Salvador e Bacharelado Interdisciplinar em Artes pela Universidade Federal da Bahia. Estou fazendo Pós-Graduação na Ead Laureate UNIFACS. Morei no Canadá por 8 meses e foi uma das melhores experiências da minha vida. Já toquei violino, clarinete e piano, logo depois comecei a fazer aulas de canto por alguns anos. Já participei de apresentações no Teatro Castro Alves e outros diversos teatros aqui de Salvador, em 2018 tive a oportunidade de cantar em cima de um trio elétrico pela primeira vez. Após entrar na UFBA (Universidade Federal da Bahia), cursei algumas matérias de dança e foram de suma importância para o meu desenvolvimento enquanto pessoa/cantora, pois sempre fui muito tímida. Só de pensar em conseguir me expressar através do corpo já me deixa maravilhada. Mas, quando entrei na UCSAL (Universidade Católica do Salvador), depois de cursar a matéria de estágio, descobri que amo mesmo lecionar. No começo me apavorava dos pés à cabeça em simplesmente ficar falando na frente de várias pessoas. Conheci essa obra maravilhosa - Casa de Bonecas - no ano de 2016 na matéria de Cenografia – Universidade Federal da Bahia –, e pensei: “por que não escrever sobre no meu TCC?”. A princípio tinha pensado em escrever sobre a obra, a mulher do século XIX e a do século XXI, mas minha orientadora sugeriu falar da imagem da mulher no Século XIX, fazendo um comparativo com a mesma, pois já havia muito o que pesquisar, e ela tinha razão. Criei um apreço muito grande por essa obra e foi um abrir de olhos, porque em pleno século XIX a protagonista conseguiu se libertar. Quando chegou a hora de defender o mesmo foi um momento mágico, pois consegui juntar meu texto com um pouco de encenação, deixando tudo muito mais lúdico e inovador.
mostrar mais