First Top Banner

Wishlist
R$0,00
0 item(s) Carrinho
Minha sacola - 0 item Fechar

Você não tem itens no seu carrinho de compras.

Produto adicionado no carrinho x

Adailson Silva

Adailson Silva

1 Produto(s) encontrado(s)

   

Adailson Silva

1 Produto(s) encontrado(s)

   

Um sonho que o move desde a infância foi o que o fez com persistência chegar até aqui, ao momento da publicação de seu primeiro livro. Adailson Nogueira Silva, nascido em 22 de abril de 1995 teve seu primeiro contato com a literatura quando ainda tinha 6 anos de idade, ao ler o clássico “A formiguinha e a neve” na biblioteca da escola pública que estudava. Durante o ensino fundamental buscou referências em grande poetas já imortalizados na literatura brasileira e começou a escrever suas poesias infantis, pelas quais tomou gosto e resolveu levar mais a sério. A primeira inspiração veio do poeta parnasiano Raimundo Correia, mas ao crescer identificou-se muito mais com Carlos Drummond de Andrade, principalmente ao deparar-se com a poesia “E Agora, José”? Já no ensino médio amadureceu sua escrita de poesia e passou a se aventurar em outros estilos. No terceiro ano decidiu que estudaria jornalismo para viabilizar ainda mais a publicação e o sucesso de seu livro quando publicado. Entrou na então Faculdade 7 de Setembro, em agosto de 2014 e no primeiro semestre escreveu seu primeiro conto, como forma de avaliação em uma cadeira. Até então só mostrava seus textos aos amigos e os publicava em suas várias tentativas de blogs. Em 2015 inscreveu o conto “A Vida de José” em um prêmio literário chamado Expo7. Ganhou o primeiro lugar na categoria contos para o público em geral. Com o aprendizado de Jornalismo começou a se aventurar em crônicas e artigos de opinião. Começou a trabalhar com marketing digital em 2016 e logo aprendeu sobre técnicas de redação para web. Mais maduro e com maior vivência começou a definir melhor seu modo de escrever e pegou mais referências de diversas artes, principalmente do cinema. Começou a se apegar também a Fernando Pessoa, fazendo dele e Drummond seus maiores referenciais na poesia. Já em 2017, resolveu começar seu primeiro livro e contou com o incentivo de amigos da faculdade, da igreja e do convívio pessoal. Foi o tempo também que conheceu Gabriel Garcia Marquez e o livro "Cem Anos de Solidão", que influenciou muito no seu modo de percepção dos sentimentos e em como descrevia os cenários de seus contos.
mostrar mais